sábado, 23 de dezembro de 2017

TIRIRICÃO, TIRIRICA AMARELA, Cyperus esculentus e

TIRIRICA COMUM, CAPIM-DANDÁ, Cyperus rotundus



Sempre que eu encontrava uma tiririca, ainda sem sementes não sabia dizer qual das 2 tiriricas era, no final eu achava que sempre estava encontrando em meu caminho a tiririca comum, Cyperus rotundus, da qual fiz uso das batatinhas como leite da terra, as suas batatinhas tem um cheiro muito forte, para mim lembra até uma terebentina, porém é uma planta medicinal muito poderosa. Tem flores avermelhadas, é considerada anti-inflamatória, estimulante, vermífuga, hipotensora, em análise química, demonstrou ser antimicrobiana, anti-inflamatória e anti-fúngica, explica Harri Lorenzi em seu livro Plantas Medicinais. Bebendo este leite da terra senti em meu próprio corpo uma mudança de energia, sentia muito mais revitalizada depois do seu uso.



É um pouco chato para limpar, as batatinhas são meio pequenas, precisa lavar bem, retirar as raizes, pode deixar a casca marrom, bater tudo no liquidificador com água, bata umas 7-10 batatinhas em um copo de água, passe em um coador fino e adoce, se quiser acrescente canela. Eu usei a fibra no feijão.



Já a tiririca-amarela tem flores amarelas-douradas, está no livro de PANC do mestre Valdely F. Kinupp, cita as suas batatinhas como tendo sabor de amêndoas... Em bebi o suco da chamada Horchata de Chufa em Valência, bebida tradicional desta região feita a partir das batatinhas da tiririca amarela, Cyperus esculentus, muito ricas em gorduras, proteínas e açúcares. Faça um leite da terra desta tiririca como explicado acima, Kinupp recomenda usar as fibras em bolos e outros pratos. É antioxidante, protegendo o sistema imunológico.

No Sítio Pindorama em Mogi das Cruzes, juntas as 2 tiriricas, a amarela e a comum, nov/2017
A alegria de encontrar a tiririca-amarela, Cyperus esculentus

Tiririca-amarela, foto da internet

Da esquerda para direita, tiririca-amarela, com flores douradas e a tiririca comum, Cyperus rotundus com flores mais avermelhadas


Nenhum comentário:

Postar um comentário