terça-feira, 20 de setembro de 2016



DENTE-DE-LEÃO, Taraxacum officinale

Alegria das crianças... quem nunca assoprou a bola de sementes do dente-de-leão? Nesta época do ano tenho visto os dente-de-leão espalhados pela cidade, nascendo alegremente em praças públicas, jardins, calçadas... As folhas tem formato de setas e saem do chão como uma coroa, enquanto a serralha sobe em um galho e também dá folhas em formato de seta, bem parecida, com flores amarelas e sementes em bolinhas.

Segundo Valdely Kinupp no livro PANC – Plantas Alimentícias não Convencionais, as folhas jovens do dente-de-leão podem ser consumidas cruas em salada, os botões florais em empanadas ou em omelete. As folhas frescas são ricas em vitamina A, potássio e cálcio. As raízes tem inulina, fibra prebiótica que melhora a saúde digestiva, melhora a absorção mineral e saúde óssea. Melhora o sistema imune, ajuda na prevenção e tratamento de osteoporose.

As folhas e flores do dente-de-leão são amargas. É desintoxicante, purifica o sangue. Indicado no tratamento auxiliar de eczemas, dispepsias, diabetes, constipação intestinal crônica, distúrbios menstruais, cálculos renais e vesicais, reumatismo, artrite e gota, afirma dr. Francisco Leal do Vale do Thithamá.

Dente-de-leão, parque Mário Covas na av. Paulista, julho/2016


Dente-de-leão, Taraxacum officinale


obra: Semente de Dente-de-leão, Regina Yassoe Fukuhara, aquarela sobre papel, 2016

Serralha, Sonchus oleraceus, na Av. Rio Branco



3 comentários:

  1. Adoro dente de leão e serralha! Linda aquarela! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. legal... a serralha é uma planta lindíssima para se desenhar, amooooo... muito agradecida. Super vibrações celestiais!bjs

      Excluir
  2. Adoro dente de leão e serralha! Linda aquarela! bjs

    ResponderExcluir