quinta-feira, 28 de julho de 2016



MASTRUÇO RASTEIRO, Coronopus didymus e ERVA-DE-SANTA-MARIA, Chenopodium ambroisiodes

Certo dia em junho deste ano resolvi fazer um passeio de identificação de pancs aqui pelo centro de Sâo Paulo, especificamente na Bela Vista. Fui caminhando meio levada pela intuição até chegar na rua Paim, já tinha quase que desistido de encontrar uma variedade de pancs, quando me deparo com um enorme estacionamento de carros e muitas plantas crescendo. Peço para olhar as plantas e o rapaz me autoriza a pesquisar as ervas do local.

Enquanto subia uns degraus pelo terreno um pouco em declive, já tinha percebido umas ervas-de santa-maria nascendo ao lado de uma mureta. Chegando na parte de cima vejo o chão forrado de mastruço rasteiro, pequenas mudas por toda parte... o mastruço rasteiro tem um sabor meio de agrião, ardido, lembra também o sabor da mostarda, ótimo condimento para se agregar a um molho de salada. Além do mastruço vi muitas outras espécies comestíveis como begônia, dente-de-leão, maria-pretinha, caruru, capiçoba, bertalha-coração, dentre outras, além de espécies medicinais...

tomatinhos recheados com creme de iogurte, maionese e mastruço rasteiro sobre folha de  chapéu de sol


creme de iogurte com maionese caseira e mastruço rasteiro picadinhopara salada

Mastruço rasteiro, Coronopus didymus crescendo no estacionamento da rua Paim, junho/2016



Eu já tinha visto o mastruço rasteiro nascendo em plena rua da Consolação, esquina com a avenida Paulista em uma frestinha da calçada, no Pacaembu, de onde coletei algumas mudas, nos Jardins, na Vila Romana e na pracinha mais próxima à aldeia indígena Tekoa Ytu.

As espécies de mastruços, mentruz ou mastruz normalmente são consideradas vermífugas, imagino que pelo sabor e aroma menos acentuado do que o mentruz (erva-de-santa-maria), sejam vermífugos mais moderados.

A erva-de-santa-maria possui um odor característico extremamente forte, um tanto desagradável para meu paladar. Segundo Valdely Kinupp, um dos autores do livro PANC – Plantas Alimentícias não Convencionais, este mentruz ou mastruz, no México é usado para temperar o feijão.

Como vermífugo é recomendado um chá infuso para ser bebido por apenas 8 dias, além desse período é considerado tóxico, segundo o naturalista Jaime Brunning. O óleo do mentruz ou erva-de-santa-maria não deve ser consumido em hipótese nenhuma, é altamente tóxico.





Erva-de-santa-maria em um parquinho da  Paróquia do Divino Espírito Santo, na rua Frei Caneca, junho/2016

Mentruz ou matruz ou erva-de-santa-maria nascendo no estacionamento da rua Paim, junho/2016

RECEITA: Creme para salada - molho de iogurte, maionese caseira com mastruço rasteiro

1 copo de iogurte natural
faça maionese com 1 ovo e vá juntando azeite até formar um creme a seu gosto, salgue, a seu critério ou bater com 2 ou 3 colheres (sopa) de mastruço rasteiro ou coloque picadinho no creme
1 dente de alho picadinho
3 ou 4 rodelas de cebola picadinha
misture tudo, recheie tomates e o restante use como molho de salada


Onde comprar o mastruço rasteiro: feira orgânica da Água Branca

Nenhum comentário:

Postar um comentário